quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Resumo Técnico


PARÂMETROS PARA A ELABORAÇÃO DO RESUMO TÉCNICO DE PRODUÇÃO ACADÊMICA


(1) O resumo técnico - necessário à digitalização do acervo das pesquisas, não se confunde com o resumo da monografia, dissertação ou tese (elemento pré-textual da estrutura de trabalhos acadêmicos). O resumo técnico é um expediente necessário à composição da base de dados sobre a pesquisa nas/das UES.

(2) Os autores de monografias, TCCs, dissertações ou teses devem apresentar  paralelamente às respectivas versões impressas encadernadas de suas produções o resumo técnico digitalizado do relatório de pesquisa.
(3) Em um resumo técnico deve constar obrigatoriamente:
(a) o tipo de pesquisa desenvolvida (se pesquisa empírica ou teórica);
(b) o método ou metodologia utilizados na investigação (por exemplo, se estudo de caso, observação participante, história oral, pesquisa bibliográfica, documental, survey etc) detalhando os procedimentos metodológicos implementados (entrevistas, registros em foto-áudio-vídeo, consultas à arquivos etc);
(c) um resumo do trabalho no qual são descritos brevemente a temática abordada, os conteúdos dos capítulos, as principais referências teóricas utilizadas pelo autor além dos resultados e conclusões obtidos com a investigação (cerca de 200 palavras para monografias e TCCs);
(d) unitermos, descritores ou palavras-chave do trabalho (máximo de 5 palavras); e
(e) Identificação e dados biográficos dos autores (titulação, instituições nas quais atuam, endereços de correio regular e eletrônico além de telefones – inclusive celular - para eventual contato).
       

O que é o resumo técnico?

O resumo técnico consiste na apresentação concisa do produto da pesquisa (monografia, tcc, dissertação, tese ou qualquer modalidade de produção fruto da atividade acadêmica) devendo  fornecer aos interessados uma idéia completa do que se trata, informando as referências utiizadas, dados sobre os responsáveis pelo empreendimeto constituindo uma “chamada” (divulgação) para uma eventual posterior consulta ao material catalogado.
O que deve conter o resumo?
O  resumo técnico deve começar informando:
(1) Qual a natureza do trabalho?
Revelar se o material é fruto de uma pesquisa pura (teórica) ou aplicada (empírica) e explicitar o método ou metodologia utilizados (dizer se o método é analítico-experimental, fenomenológico-hermenêutico, crítico-dialético etc), informando o tipo de abordagem utilizada (se é qualitativa ou quantitativa).
(2) Quais os procedimentos metodológicos e técnico-operacionais utilizados?
Dizer se dentre os procedimentos metodológicos e técnico-operacionais adotados encontram-se, por exemplo, a observação naturalística, a entrevista, a consulta de documentos, a história oral etc.
(3) Qual o assunto tratado?
Dizer com clareza qual o tema informando o “recorte” ou delimitação da abordagem adotada. 
(4) Quais os objetivos visados pelo trabalho?
Detalhar, por exemplo, o objetivo geral e os objetivos específicos que buscaram ser alcançados pelo trabalho (o que se pretendeu demonstrar ou constatar).
(5) Quais as referências (fontes bibliográficas, eletrônicas etc)  nas quais se apoia a produção do pesquisador?
Relacionar os principais autores que servem de amparo na defesa da relevância do material.
(6) Quais as conclusões a que se chegou com o trabalho?
Informar os resultados efetivamente alcançados com o material.

Qual deve ser o formato do resumo técnico?
O texto do resumo técnico deve ser composto de um único parágrafo, com uma extensão entre 400 a 500 palavras (entre 100 e 200 palavras para monografias e TCCs), ou seja, de 2500 a 3000 caracteres. O resumo limita-se a expor objetivamente o conteúdo do trabalho e não deve conter opiniões ou observações avaliativas nem desdobramentos explicativos. Inicia-se com a referenciação do matrial e encerra-se com a indicação de 5 (CINCO) unitermos temáticos mais significativos do documento. O resumo deve ser encerrado com pequeno informe biográfico, enunciando as credenciais acadêmicas do(s) autores e fornecendo algum meio de contato com os mesmos.

O resumo técnico deve conter, portanto, os seguintes elementos:

1.           Referenciação do trabalho
2.           O resumo técnico propriamente dito
3.           Unitermos, descritores ou palavras-chave mais significativos do documento
4.           Área temática do estudo
5.           Data de apresentação ao colegiado de graduação
6.            Professor orientador do trabalho
7.           Dados do autor da pesquisa


Confira os seguintes exemplos de resumos técnicos.


Exemplo de resumo de TCC (Monografia)


OLIVEIRA, Adriana Carneiro de (2004). O Tema da Afetividade na Relação Professor-Aluno nas Monografias de Final de Curso da UNEB/Campus XV (2001-2003). Valença: Uneb/Campus XV, 46 páginas. (Monografia de final de curso)


O trabalho é uma pesquisa teórica e se propõe a efetuar uma revisão de literatura da produção unebiana/campus XV (1997 à 2003) sobre a afetividade na relação professor/aluno. Baseando-se nos trabalhos dos estudantes Liliane Góes Régis (concluído em 2001), Vitor Vinicios Rocha Ferreira e Karine Vidal Roseira (2002), o estudo procura mostrar o tratamento que cada uma dessas produções oferece à temática, expondo criticamente suas respectivas idéias e argumentos. Os resultados obtidos sinalizam no sentido de que a produção unebiana/campus XV sobre a temática precisa prosseguir e aperfeiçoar-se.


Unitermos:  afetividade – relação pedagógica – ensino fundamental – psicologia do desenvolvimento - psicanálise
Área Temática: Psicologia e Educação
Data de apresentação: 12 de julho de 2004.
Orientador: Prof. Dr. Ricardo Ottoni Vaz Japiassu

Adriana Carneiro de Oliveira (1977 -  ) é natural de Valença-Ba. Formada em Pedagogia pela Universidade do Estado da Bahia/Campus XV (2004). Fone: (__) ________. E-mail:__________@______



Exemplo de resumo de Dissertação de Mestrado


Daniela Maria Figueiredo PADOVAN (2000) Números decimais: o erro
como caminho. São Paulo: Feusp, 167 páginas.  (Dissertação de Mestrado).

Trata-se de pesquisa empírica realizada com um grupo de alunos de quinta série. A maior parte do material analisado foi coletado em sala de aula. A autora desta pesquisa atuou como professora e pesquisadora, concomitantemente, deste grupo de alunos. Além disso, algumas sessões de entrevistas individuais e em pequenos grupos foram realizadas. O trabalho demonstra a conceptualização que os sujeitos desta investigação têm sobre os números decimais e sua representação, e ainda, a maneira como eles usam estes números e operam com eles em diversas situações-problema propostas em sala de aula. Paralelamente a esta constatação, a pesquisa mapeia diferentes erros, procurando identificar suas possíveis causas e relacioná-los às categorias definidas como obstáculos de origem cultural, epistemológica, didática ou ontogenética. O trabalho também procura analisar estes erros do ponto do vista conteudista, conceitual, procedimental e atitudinal, em cada uma das atividades propostas em sala de aula. Em decorrência disto, o erro é entendido como um fenômeno revelador das situações de ensino-aprendizagem e orientando a atuação do professor. Com base nas referências teóricas fornecidas por Perrenoud, Coll, Bachelard, Ifrah, entre outros, o presente trabalho sugere que o “erro” pode ser um ponto de partida para a construção do conhecimento matemático por parte dos alunos.

Unitermos: erro, números decimais, situações/problema, formação do professor, construção do conhecimento, ensino da matemática.
Linha de Pesquisa: Didática, Teorias de Ensino e Práticas Escolares
Banca Examinadora:       Orientador: Prof. Dr. Manoel Oriosvaldo de Moura
Examinadores: Profs. Drs. Lino de Machado, Ana Franchi
Data da Defesa: dia 26 de outubro de 2000.

Daniela Maria Figueiredo Padovan (1963- ) é natural de São Paulo. Formada em Pedagogia pela Universidade de São Paulo (1990). E-mail: _________@______









Exemplo de Resumo de Tese de Doutorado

Beatriz de Basto TEIXEIRA (2000).  Por uma escola democrática: colegiado, currículo e comunidade. São Paulo: Feusp, 264 páginas. (Tese de doutorado).

Trata-se de pesquisa bibliográfica e documental em que a autora propõe a construção de escolas democráticas como um meio para a disseminação de um modo de vida democrático, analisando políticas educacionais quanto às possibilidades que as mesmas podem oferecer para a consecução destes objetivos. O trabalho demonstra a importância da reflexão a respeito da temática, tendo em vista a construção de escolas democráticas, ou seja, políticas educacionais interpretadas tendo em vista: as políticas relativas à criação de colegiados de escola no estado de Minas Gerais, entre as décadas de 1980 e 1990; e os Parâmetros Curriculares Nacionais do MEC, proposta para a constituição de uma base comum nacional para o ensino fundamental. Paralelamente a esta constatação, é discutido o emprego do conceito de comunidade. Ressalta-se que a reconstrução deste conceito, a partir dos recursos teóricos oferecidos pela Sociologia, passa a tratar a comunidade como um tipo de relação que se constrói, ou seja, que não está dada a priori, mas pode passar a existir pela eleição de seus membros, com o objetivo de fundar uma escola democrática. Em decorrência disto, analisa-se, nesta tese, como é empregada a noção de comunidade. Com base nas referências teóricas fornecidas por Apple, Beane, Benevides, Sacristán, Bobbio, entre outros, as seguintes considerações finais são apresentadas: há que se defender: escolas democráticas, educação para a cidadania e todos os demais conceitos implicados nesta temática; afirmando-se que as escolas democráticas podem ser construídas por duas linhas de trabalho: formação de estruturas de decisão e construção de currículo que ofereça oportunidades de vivência democrática aos alunos, caminhos estes, complementares, não excludentes.

Unitermos: cidadania, participação, educação para a democracia, comunidade, órgãos colegiados, currículo.
Linha de Pesquisa: História e Filosofia da Educação.
Banca Examinadora:   Orientadora: Profa. Dra. Maria Victória de Mesquita Benevides. Examinadores: Profs. Drs. Lisandre Maria Castello Branco, José Sérgio Fonseca de Carvalho, Flavia Inês Schilling, Helena Motta Salles Barreto.
Data da Defesa: dia 15 de setembro de 2000.

Beatriz de Basto Teixeira (1962- ) é natural de Minas Gerais. Formado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1990), fez seu mestrado em Educação, na Universidade de São Paulo (1995), Fone: (__) _________. E-mail: __________@______.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário